● "Le Papier Strikes Back: Rise Of The Shadow Ring" - 1.ª Parte

15 janeiro, 2010

"Le Papier" volta a atacar! Nesta aventura épica que encerra esta trilogia repleta de acção podem acompanhar este mito urbano na derradeira missão contra a obscura Organização (será mesmo o fim?!)!

Se quiserem saber mais, podem ler as histórias anteriores "Le Papier - The Movie" e "Le Papier Returns: The Four Horsemen". Divirtam-se!



"Le Papier". Este é o nome do jovem que derrotou a terrível Organização com a ajuda dos seus companheiros Adrian King-07, Knox Park e "Valliachi" Val Gall Agher. Esta rede de tráfico internacional actuava através de uma poderosa multinacional do ramo tecnológico, a N.O.V.A. Corp., e havia sido combatida em tempos por Papier e AK-07, que conseguiram reunir provas para que a Interpol conseguisse capturar Orlov Kalashnikov, o seu líder, e assim desmantelá-la.
Quando os seus filhos Maria e Roger Kalashnikov, tentaram forçar a libertação do pai através de actos terroristas, foi necessário um novo confronto para impedir que os dois maníacos atacassem a Torre de Belém como forma de chantagem. Felizmente os “Four Horsemen” conseguiram impedi-los e o pesadelo parecia ter acabado…

Passaram 2 anos desde essa fatídica noite em que o ataque dos Horsemen ocorreu, quando uma notícia abalou o mundo. A super-prisão de máxima segurança onde Orlov Kalashnikov se encontrava detido, ao lado de alguns dos mais terríveis criminosos de todo o mundo, foi completamente destruída numa violenta explosão provocada por um ataque misterioso e não houve sobreviventes. Este terrível incidente marcaria o início de mais uma batalha para Le Papier.


Era uma fria tarde em Coimbra. Um vulto obscuro dobra a esquina e entra num pequeno prédio com vários anos que parece teimar em não cair. O indivíduo entra naquele que parece ser um pequeno escritório bastante desarrumado, no qual se encontram apenas uma velha secretária no centro da sala, alguns instrumentos musicais bastante bem conservados do lado direito, um velho sofá do lado esquerdo e vários quadros de filmes e bandas rock clássicas pregados na parede. De uma pequena divisão do lado oposto à entrada surge um jovem algo atarefado.
Ao ver o Estranho à porta, o jovem explica que a agência não está aberta e ainda não aceita casos para investigação, por isso o melhor é retirar-se. O estranho explica que o seu patrão mandou convidá-lo para uma conferência sobre Anarcocapitalismo. Deixa o seu cartão em cima da secretária e sai do escritório deixando o rapaz a falar sozinho.

Ainda a tentar perceber o que se passou, o jovem ouve passos a aproximar-se da agência e sabe imediatamente que algo se passa, que o Estranho visitante não está sozinho e procura sarilhos. Levanta-se rapidamente, veste o longo casaco negro, coloca os seus óculos escuros e os minutos seguintes traduzem-se em completa… Destruição! Os bandidos que haviam cercado o edifício preparavam-se para entrar quando Le Papier se revela e os surpreende antes de começar a distribuir pancada em todos eles, atacando primeiro e fazendo as perguntas depois! Depois desta rápida investida e já com os vários meliantes a contorcer-se e a choramingar no chão devido às terríveis dores que sentiam, surge um luxuoso carro a alta velocidade, cujo tecto se abre para revelar o Estranho a envergar um lança-rockets que dispara em direcção a Papier. Este consegue evitar o disparo sem problemas, mas o tiro não lhe era destinado a si, pois é a sua agência que é atingida.
O edifício já antigo não aguenta este duro golpe e cai em ruínas com um estrondo. Papier levanta-se cego de raiva apenas para ver o carro desaparecer, mas ao contemplar o edifício que chamava casa transformado num monte de destroços sem nada poder fazer, recorda-se que o Estranho lhe deixou um “convite” que Papier está agora bastante disposto a aceitar.
Não havia muito que se pudesse salvar do escritório destruído mas o convite, que estava em bastante mau estado quando Papier o recuperou, era ainda legível e ele sabia o que fazer.


Papier voltou ao seu velho apartamento, quando Jess foi ter com ele, visivelmente abalada. Jessica era a manager e RP da agência, e grande amiga de Papier. Depois de AK-07 e Knox Park terem partido para trabalhar na Interpol e Valliachi ter desaparecido devido ao estatuto de fora-da-lei que a sua companheira Mallow Woman tinha pelo seu passado ligado à Organização, Papier ajudou esta jovem advogada, perseguida devido ao facto de se ter oposto à corrupção que alastrava na Câmara Municipal, onde trabalhava. Depois deste incidente, Jess decidiu ajudar Papier a montar a sua agência, para ajudar as pessoas vítimas do aumento de criminalidade no país.

Papier explica a Jess o que se passou antes e durante o ataque e também que vai aceitar o “convite” que recebeu, mesmo sabendo que o mais provável é tratar-se de uma armadilha. A jovem fica preocupada e pede-lhe para não o fazer, mas Papier está decidido. Sabendo que esta é uma questão de vingança contra ele, Papier suspeita de quem se encontra por trás dela: o “falecido” Kalashnikov!


O endereço que vinha no bilhete correspondia a um teatro abandonado, situado nos arredores da cidade. Nessa mesma noite Papier dirigiu-se a essa localização, disposto a fazer os seus inimigos pagar pelo sucedido. Ao aproximar-se do teatro, observa que este é guardado no exterior por cinco corpulentos seguranças. Papier surge do nada na frente deles e desembaraça-se dos indivíduos sem problemas, entrando silenciosamente no teatro.

No interior do edifício degradado, Papier avança até chegar ao salão principal e no palco, que se encontrava decorado à semelhança de um navio em alto mar, eram visíveis dois vultos recortados na neblina que cobria todo o salão. Papier reconheceu um deles. Era o Estranho que o visitou naquela manhã e destruiu o seu escritório. O indivíduo alto e magro, totalmente vestido de negro e com uma aura sombria, irradiava escuridão ao seu redor e não era alguém com quem ninguém gostaria de se cruzar na rua. Titan era o seu nome. Estava acompanhado por um homem de meia-idade, muito bem vestido, com um sorriso na cara e que parecia esperar ansiosamente por qualquer coisa. Apresentou-se como Orlov Kalashnikov e declarou ter esperado 6 longos anos para finalmente ter a honra de conhecer Le Papier. Afirmou que iria desfrutar da sua vingança ao destruir a vida de Papier tal como este tentou destruir a sua, e reergueria a Organização para prosseguir com o seu plano original.

Orlov explica que passou os últimos anos a preparar a sua fuga. Depois do fracasso dos seus filhos para forçar a sua libertação, Orlov decidiu usar a sua influência para reerguer o seu império à distância.
A N.O.V.A. Corp., a empresa que foi usava como fachada para os negócios obscuros da sua Organização, elegeu uma nova direcção aquando da sua detenção, mas para prevenir a falência da empresa e garantir a sua sobrevivência, grande parte das acções foram colocadas no mercado, mas acabariam por ser recentemente compradas pelos sócios de Orlov, que voltaram a reclamá-la e torná-la numa multinacional altamente influente no país. Com vários ramos da sociedade agora corrompidos pelo poder que a N.O.V.A. representa, Orlov conseguiu assim concluir a sua fuga da super-prisão, antes de esta ser destruída pelos seus soldados pessoais. Agora livre, o seu objectivo passa por assumir o seu antigo posto de Presidente e reerguer a Organização para retomar os seus negócios obscuros.

Papier sorri e promete impedi-lo de concretizar os seus planos, pois já destruiu a Organização uma vez e pode fazê-lo de novo. Orlov replica dizendo que Papier está sozinho desta vez, não há ninguém que se atreva a desafiá-lo a si e ao seu poder. Dito isto retira-se para as bancadas do teatro para “assistir ao espectáculo”, deixando Papier e Titan frente a frente.
Titan, o Estranho, muito calmamente diz que quer ver se Papier é tão forte como contam as histórias e que já há muito procurava um adversário ao seu nível, por isso quer um duelo clássico: desembainha rapidamente a sua espada e ataca rapidamente Papier que apenas tem tempo de se esquivar rapidamente. Papier afirma que ele não é como os outros soldados com quem já lutou e espera que o combate seja interessante. Pega numa das espadas que estavam dispostas no cenário e os dois iniciam um combate feroz. O duelo parecia inicialmente favorável a Papier, que é um espadachim fenomenal, mas Titan começou a perder a paciência por não conseguir afectá-lo com nenhum dos seus ataques, e as coisas rapidamente mudaram.
O Estranho pegou noutra espada e atacou incessantemente, enquanto Papier se limitava a defender como podia as investidas do adversário, mas sempre com a noção de que ao ritmo frenético a que atacava, Titan iria perder o fôlego e esse seria o momento oportuno para o eliminar, por isso aguentou pacientemente todos os seus ataques. Titan acaba por perceber que não consegue derrotar Papier pelos métodos convencionais e por isso, usando jogo sujo, corta os suportes de um dos mastros do cenário, que se abate sobre Papier, deixando-o caído e preso debaixo do pesado tronco.
Titan mostra-se aborrecido por o combate ter sido tão rápido e diverte-se com a situação, antes de Orlov reaparecer. O empresário declara que é altura de finalmente saborear a sua vingança. Titan acende um cigarro e os dois indivíduos despedem-se de Papier. Ao retirarem-se da sala, Orlov queixa-se que o fumo o incomoda, pelo que Titan atira o cigarro para longe, gesto que faz com que o chão comece a arder intensamente, revelando que toda aquela área tinha sido armadilhada e preparada para destruir todas as provas dos acontecimentos que ali ocorreram. Ouve-se uma gargalhada sombria.

Com Papier ainda imóvel e com as chamas a ameaçar destruir toda aquela área, este parece ser o fim da linha para o jovem. Mas essa hora ainda não chegou, Papier usa a espada como alavanca para ajudar a levantar o mastro que o imobilizava. Com o fogo a deflagrar sem nada que o faça abrandar e as saídas bloqueadas pelas chamas, é hora de encontrar uma saída alternativa e sair dali o mais rápido possível antes que seja tarde demais. Com as suas últimas forças e desgastado devido às feridas, ao calor e aos fumos que lhe turvavam a vista, Papier consegue trepar a uma janela e escapar apenas segundos antes de o incêndio provocar a ruína do teatro. Papier consegue sobreviver ao atentado, apesar de altamente fragilizado, e viverá para lutar novamente.


Le Papier sai derrotado desta batalha e a Organização parece mais forte que nunca, mas será este o fim?! Irá Orlov Kalashnikov levar os seus planos avante?! Ou haverá uma réstia de esperança e Papier conseguirá renascer das cinzas que quase o exterminaram?!

A resposta será dada brevemente na 2.ª Parte de “Le Papier Strikes Back: Rise Of The Shadow Ring”.
Comentários
5 Comentários

5 Comentários :

  1. Que grande história, continuas com jeito para a coisa!
    Está divertida como as primeiras agora vê se escreves rápido essa segunda parte!

  1. Jasus ... tanta coisa :D

  1. Vou ter que perder uma tarde :D

  1. Dih disse... :

    És um maluco de primeira achas que alguém vai ler isto tudo???


    Brincadeira!!! Está muito gira devias fazer mais looool :p

  1. Denim disse... :

    Está muito fixe apesar de ser grande como o ...! Está ainda maior que as primeiras mas também está com mais acção! Fico à espera do resto lol

Enviar um comentário

Não se esqueçam de deixar as vossas opiniões, porque há sempre uma palavra a dizer, por mais pateta que possa parecer! xP

 
The Grand Chaos © 2012 | Ready To Rock