● Coimbra, 10 Anos Depois

11 setembro, 2011


Hoje, no mesmo dia em que se "celebram" os 10 anos do acontecimento que mudou o mundo, coincidentemente eu celebro também o décimo aniversário do dia que mudou a minha vida: o dia em que me mudei para a belíssima Coimbra.


Há precisamente 10 anos, mais ou menos por esta hora, com os seus 14 anos de experiência acumulada (!) chegava o jovem Roberto à cidade para se preparar para o novo ano lectivo que começava.
Era uma aventura totalmente nova para o miúdo que deixava a pequena aldeia de Porto de Vacas para estudar em Coimbra, e que iria viver sozinho num apartamento próximo da nova escola, Eugénio de Castro. Naquele dia foram feitas as mudanças mais importantes para a casa recentemente adquirida e com uma urgente necessidade de remodelação (vulgo obras!). O mundo mudava lá fora, mudava também na cabeça do miúdo.

O último (e dramático parágrafo) reflete um pouco do que me passou pela cabeça na época, quando não estava assim tão entusiasmado com a nova vida que me esperava (o facto de ter passado a primeira semana sem televisão ou rádio e principalmente sem a PlayStation deixou-me algo deprimido... Por outro lado a minha habilidade a cozinhar massa aumentava exponencialmente!).
No dia seguinte começaram as aulas na nova escola, mas aquele primeiro ano não foi de todo brilhante. A adaptação não foi fantástica e as notas desceram bastante, mas depois desse nervosismo inicial, a coisa lá voltou aos eixos e pouco tempo depois percebi que aquele ano fora apenas o aquecimento para o que ainda viria pela frente: o secundário.

Na escola Brotero, motivado pelas artes e pelos novos amigos, aqueles foram três dos melhores anos da minha vida e passaram num abrir e piscar de olhos, entre testes, maluquices e desilusões amorosas, aconteceu de tudo e nada faltou! Entetanto o meu irmão já se tinha mudado para Coimbra e as responsabilidades cresciam. Eventualmente chegou a universidade.

A vida na faculdade é sempre um capítulo importante na vida de qualquer pessoa e no meu caso não é excepção. Acabei por entrar no curso de Gestão na Faculdade de Economia da Unviersidade de Coimbra. Apesar de não ter sido a primeira escolha e de praticamente todos os meus amigos se terem separado e ido estudar fora de Coimbra, as coisas correram bastante bem.
No ano seguinte o meu pai mudou-se para cá e esta foi também a época em que a mítica banda de Rock The Supernova 21 espalhavam magia pela cidade fora.

Nos últimos tempos a minha vida divide-se entre o Centro Comercial Dolce Vita, onde trabalho no Jumbo de Coimbra, a faculdade onde espero terminar brevemente o curso e o The Grand Chaos, onde passei a fazer patetices como este "textinho"!


10 anos passaram numa velocidade incrível e foram repletos de mudanças, muitos bons momentos que recordo sempre que posso, alguns outros pelos quais espero não passar novamente, mas acima de tudo por experiências através das quais passei de miúdo a homem.
A velha página foi virada e uma nova vai agora começar a ser escrita com as aventuras que se seguem com Coimbra (e Porto de Vacas!) como pano de fundo.


Deixo agora uma pequena nota sobre o que verdadeiramente marca este dia:
No dia 11 de Setembro de 2001 , 19 terroristas da Al-Qaeda sequestraram quatro aviões comerciais a jacto de passageiros.
Dois dos quatros aviões embateram intencionalmente contra as Torres Gêmeas (110 andares) do World Trade Center em Nova Iorque, o terceiro avião caiu no Pentágono, arredores de Washington e o quarto caiu num campo perto de Shanksville.
O total de mortos nos ataques foi de 2.996 pessoas e cerca de 6.291 feridos.




● P.S.: Apenas um pequeno aviso: no próximo mês, a Página do The Grand Chaos no Facebook vai comemorar o 1.º aniversário e eu estou a preparar algumas novidades para apresentar nessa altura.
Não se esqueçam de dar "Gosto" para ficarem a par de tudo o que se passa no blog, novidades exclusivas e muito mais!
Partilhem com os vossos amigos ok?!

Muito obrigado!


Comentários
2 Comentários

2 Comentários :

  1. Alexandersson disse... :

    Ele há coincidências hã? Parabéns pelos 10 anos e God bless America!

  1. Room401 disse... :

    Hoje também sou um bocadinho americano, sem dúvida.

Enviar um comentário

Não se esqueçam de deixar as vossas opiniões, porque há sempre uma palavra a dizer, por mais pateta que possa parecer! xP

 
The Grand Chaos © 2012 | Ready To Rock