● "Le Papier Raging Storm: Doomsday" - 3.ª Parte

17 setembro, 2010

Chega ao fim mais uma aventura em "Le Papier Raging Storm: Doomsday"!
Roland parece vitorioso, depois do seu plano ter corrido na perfeição. Mas os 5WAT não se vão dar por vencidos e lutarão até ao fim! Conseguirão vencer finalmente os S.O.M.B.R.A.?!

Se não leram as primeiras partes da história, podem fazê-lo AQUI e AQUI.

Já sabem que podem ler as aventuras anteriores de "Le Papier" em:
"Le Papier", "Le Papier Returns", "Le Papier Strikes Back" e "Le Papier Raising Hell".



Os 5WAT regressam a Coimbra rapidamente, ainda atordoados com o que se passou no aeródromo, mas é imperativo que se recomponham e elaborem um novo plano para destruir Roland antes que este conclua a formação do seu novo exército.

Quando chegam ao Grand Chaos encontram Jess muito nervosa às voltas pelo escritório com uma chávena de café na mão e com ar de quem já estava completamente dominada pela cafeína. Sophia estava ao seu lado e também não estava propriamente bem-disposta. Ao ver que o grupo chegou, Jess questiona-os apressadamente para saber como correu. Contudo afasta-se rapidamente ao notar que eles trazem um convidado.

O prisioneiro que havia sido capturado, Matteo, tinha sido trazido para interrogatório. Knox possuía famosas técnicas de tortura orientais elogiadas por todos, mas há algum tempo que não as utilizava e estava desejoso para isso. Matteo é que não estava de todo animado com tal acontecimento e tentou tudo para não ser ele a próxima cobaia do agente. AK e Knox levaram-no para uma sala à parte para o interrogarem à vontade, embora ele continuasse a choramingar que lhes contava tudo o que sabia.

Entretanto Papier havia pedido a Jess que procurasse informações sobre propriedades detidas por Roland que pudessem estar a ser usadas para manter todo o material que eles necessitam. É certo que Roland precisará de algum tempo para reunir todos os fugitivos, isto se alguns deles não forem capturados nas próximas horas, pois o General Zed, apesar de ainda hospitalizado, está mais furioso que nunca e exigiu uma força complementar para os capturar rapidamente, o que dará ao grupo o tempo necessário para se organizarem e procurarem uma forma de resolver este grande problema.
Sophia avisa que não vai ser possível manter uma fuga desta magnitude em segredo por muito tempo, e quando esta vier a público vai gerar o pânico entre a população, pois alguns destes homens constam entre os mais perigosos do mundo. Papier considera que apesar disso Zed saberá lidar com essa situação. A Interpol e as restantes autoridades estão já a tratar dela, por isso a missão deles é descobrir onde os SOMBRA se escondem e de momento focarem-se apenas nisso.

Pouco depois AK e Knox regressam e bastante divertidos, pois conseguiram extrair toda a informação que queriam de Matteo, embora mais uma vez Knox tivesse assustado tanto o seu interrogado, que nem foi necessário fazer-lhe nada. Ainda não foi desta que se soube em que consite essa tão falada técnica.
Matteo, bem com como os outros fugitivos, tinham sido induzidos a dirigirem-se a uma zona específica em Lisboa, onde seriam depois escoltados para a Reunião com Roland.
Jess mostra-lhes então a lista que Papier lhe havia pedido. Todas as propriedades de Roland tinham sido apreendidas pelas autoridades, tal como as possuídas por Tomás Noronha, mas Jess conseguiu encontrar um edifício situado nos arredores de Lisboa, muito próximo de uma central eléctrica, que facilmente poderia fornecer toda a energia necessária à operação de Roland e que se situava proximamente do local de recolha. Só podia ser ali! Agora que o rumo da missão está definido é hora de atacar!

Esta era a última hipótese de acabar com este terror. O grupo concorda em partir imediatamente, para apanharem Roland de surpresa, mas quando decidem avisar Zed, este não concorda com a investida dos 5WAT.Zed vai bombardear o edifício de forma a enterrar definitivamente Roland, os SOMBRA e todos os seus planos megalomaníacos.
Papier compreende a decisão extrema de Zed, no entanto pede-lhe que adie por algum tempo a ataque para que eles possam tentar resolver o problema sem necessidade de usar tamanha força. Se eles não conseguirem vencê-los, o bombardeamento será feito de qualquer das formas. O grupo concorda. Querem impedir os planos de Roland, mas também querem derrotar os rivais que os humilharam no aeródromo.
Zed relutantemente decide conceder-lhes 3 horas, mas depois disso toda aquela área será destruída e uma equipa especial varrerá aquela zona para procurar os restantes criminosos. Agora sim, é hora de partir.

Durante a viagem, uma enorme tempestade abate-se sobre eles. Com a noite como pano de fundo e uma tal violência meteorológica ninguém diria que era Verão, mas Papier considerava estas tempestades como aliados, afinal de todas as vezes em que estava em missão, sempre que uma delas ocorria, esta era concluída com sucesso, pelo que só restava saber se esta seria uma excepção...

O grupo chega ao imponente edifício com a única missão de abater todos aqueles que se opuserem a eles. Desta vez não cometerão erros. São recebidos logo à entrada pela segurança do edifício.
AK e Knox reconhecem alguns dos guardas, pois estes eram seus colegas na Polícia Internacional e furiosamente disparam sobre eles. O grupo espalha-se e abatem um a um todos os oponentes. A chuva de balas prossegue em todas as direcções mas os 5WAT saem por fim vitoriosos.
O elevador não podia ser activado, o que queria dizer que tinham 10 andares de segurança para ultrapassar e por esta altura Roland já estaria informado da sua chegada. Este era um último assalto ao edifício, por isso não podiam deixar ninguém escapar. Com isto em mente Valliachi coloca um dispositivo nas portas dos elevadores, para impedir que alguém tentasse usá-lo para escapar. O grupo separa-se pelos dois lances de escadas mal o dispositivo é detonado.

Papier, AK e Knox vão por um lado, Mallow e Valliachi pelo outro, subindo rapidamente os degraus, passando a pente fino todos os andares, abatendo os soldados um a um. Quando atingem o terceiro andar as coisas mudam. Os restantes andares estão trancados e só serão abertos por quem tenha o código de activação. O grupo não se interessa por esses pormenores e prepara-se para rebentar com a dita sala, quando um cientista sai pela porta. Papier apressa-se para impedir que Valliachi o abatesse e apresenta-se como membro da segurança, clamando estar a fazer um teste para impedir que intrusos penetrem nos andares mais elevados. O cientista mostra-se satisfeito mas nota que com os novos sistemas só o pessoal qualificado como ele próprio podem aceder a eles e como os intrusos disparam primeiro e fazem as perguntas depois, destruindo tudo à sua passagem, nunca conseguiram atravessar a segurança. Nisto começa a olhar em volta e não consegue evitar o terror ao ver que os dois guardas que estavam à porta estavam a um canto “deitados”. Valliachi por fim pega nele e leva-o debaixo do braço para que este lhes dê acesso aos andares superiores.

No quinto andar estavam os NeroSlayers. Phoenix Rose, Charlotte Harris, Drake Kobain e Griffin Grohl aguardavam os rivais para um último confronto. Valliachi deixa o assustado cientista ir à sua vida e todos se preparam para o combate. Papier deseja boa sorte aos amigos e prossegue o seu caminho. Os NeroSlayers deixam-no passar, pois também ele tem o seu Némesis para enfrentar. Uma luta violenta tem então início. AK e Kobain, Knox e Grohl, Valliachi e Rose, Mallow e Charlotte trocam tiros entre si e procuram vencer os oponentes a todo o custo.

Papier continua a sua ascensão ao sexto andar, continuando a eliminar os guardas que se opõem, mas a maior concentração de forças era na sala 66, onde provavelmente estariam os seus oponentes. Papier força entrada na sala e encontra Dani Shade, Roland e Noronha. Dani dá um passo em frente e desembainha as espadas. A hora do último confronto chegou.
Papier espera que desta vez não haja interrupções para que finalmente se saiba quem é o melhor, Shade concorda e troca olhares com Roland que apenas sorri, não se intrometendo na luta entre os dois.

Entretanto os amigos parecem estar finalmente a ganhar vantagem sobre os NeroSlayers que incapazes de se superiorizarem aos seus adversários, começam a fraquejar. No aeródromo os NeroSlayers tiveram a vantagem de os apanhar desprevenidos, mas agora era diferente. Os quatro estavam determinados a acabar com esta guerra e derrotá-los.
Prestes a serem derrotados e feridos no orgulho tentam recuar para recuperar, mas é nesse momento que tem início o bombardeamento que Zed ordenara e o edifício começa a entrar em colapso. Phoenix ordena aos NeroSlayers para se retirarem e salvaguardar Roland, mas os escombros e as chamas impedem-nos de prosseguir. AK, Knox, Valliachi e Mallow, não têm escolha a não ser sair dali o mais rapidamente possível e esperar que Papier consiga fazer o mesmo.

A luta entre Papier e Shade desenrolava-se a todo o gás, mas sem pender para qualquer dos lados. Os dois anulavam-se completamente e só um erro de parte a parte poderia ditar o vencedor. Erro esse que nenhum dos dois estava disposto a cometer.
Os dois lutavam com toda a sua força, mas não esta já não era apenas uma questão de vingança por parte de Shade, eram dois rivais à procura de saber quem era o melhor e os dois pareciam estar a divertir-se com ela, tal como acontecera quando eram apenas miúdos e ainda unidos por uma forte amizade que os ajudava a ultrapassar todos os problemas. Mas a verdade é que Papier ainda tinha uma missão e o tempo estava a acabar. Ele tinha que vencer Shade e capturar Roland para sair dali antes que o bombardeamento começasse. Se tal não acontecesse poderia ficar preso no edifício e sofrer o mesmo destino que os seus oponentes.

Tal previsão viria a verificar-se poucos momentos depois quando os aviões militares disparam sobre o edifício, que deflagra em chamas. Noronha, assustado com o disparo tenta escapar da sala, mas ao tentar chegar às escadas parte do tecto desaba sobre ele. Ao mesmo tempo, uma outra parte do tecto preparava-se para cair sobre Shade e Papier, pelo que este só tem tempo de empurrar o rival e desviá-lo de morte certa. Escapam por pouco ao esmagamento, mas as chamas ardem furiosamente e as hipóteses de sobreviverem ao colapso do prédio diminuem a cada segundo que passa.
Shade tenta erguer Roland que ficou ferido com a queda do tecto, mas a sua saída parece bloqueada pelos escombros e pelas chamas que começavam a deflagrar por todo o edifício.
Papier estava separado deles pelos escombros que se abateram e nada mais podia fazer para tentar ajudá-los, por isso tinha que tentar salvar-se a si próprio e descer o máximo de andares que podia e tentar sobreviver. Shade lançou-lhe um último olhar, para em seguida desaparecer nas chamas.

Os aviões preparavam-se para nova ronda de disparos, pelo que Papier já tinha perdido tempo demais. Sem grandes hipóteses de fuga atira-se à janela mais próxima e consegue alcançar os fios eléctricos que passavam por ali, usando-os para fazer “rappel” e afastar-se do edifício. Segundos depois este era completamente demolido.

A tempestade continuava muito forte e parecia não querer dar tréguas. Papier foi ter com os amigos para ver se estavam bem e fica a saber que os NeroSlayers também ficaram encurralados pelas chamas e é pouco provável que tenham sobrevivido. Papier conta-lhes que Roland e Shade sofreram aparentemente do mesmo destino. O terror dos SOMBRA terminou por fim.

Pouco depois chega a equipa da Interpol que procurava sobreviventes à explosão e fugitivos que se dirigiam para a Reunião.
Com a sua missão concluída, os 5WAT decidem deixar os agentes fazer a deles e voltam a casa para festejar a fantástica vitória que tiveram sobre um dos mais terríveis grupos terroristas que o mundo já viu, conscientes que apesar de este inimigo ter sido derrotado, quem sabe quem poderão ter de enfrentar amanhã?!

A lenda de “Le Papier” vai continuar!

Comentários
9 Comentários

9 Comentários :

  1. Room401 disse... :

    Foi um final em grande mas algo me diz que os derrotados vão reaparecer no futuro não?

  1. Denim disse... :

    Que final explosivo LOL!!! Muito bom acho que esteve à altura daquilo que foi a história. Agora a pergunta que fica é será que os maus da fita se foram mesmo???

  1. Rute disse... :

    Mais uma que acabou... mais um bom trabalho LP muito bom ;)

  1. Carla Santos disse... :

    Ooh a serio?!Já ultimo ano?!^^ E vais conseguir conciliar as duas com certeza!:D
    Esta quase então!:P Agora é aproveitar estes últimos dias de ferias!:D

  1. Dih disse... :

    Continuas com a patetice do costume, esta história é a prova disso, mas ainda bem que está a ter sucesso. Continua ^^

  1. Alexandersson disse... :

    A história é muito fixe! Estive a ler as antigas e partem tudo. Ainda por cima tens desenhos muito bons a ilustrar a coisa. Muito bom!

  1. Carla Santos disse... :

    Mas é que passaram mesmo!8 semanas de ferias nao chega mesmo a nada!^^
    Eu bem tento colocar tudo atrás das costas!Pode ser que agora com a cabeça mais ocupada o consiga mesmo fazer!Quem sabe!:D
    Não conhecia essas sabias palavras,mas são realmente sabias!:D Obrigada!:D

  1. Fico muito contente que tenho curtido mais este "pequeno" momento que me saltou da cabeça! Como o final da história indica, este não é o final da aventuras de "Le Papier", por isso aguardem para "breve" o concluir desta segunda trilogia, que promete muitas surpresas.

    Mais uma vez muito obrigado pelos vossos comentários e pelo vosso apoio.

    Fiquem muito bem!
    Beijinhos e/ou abraços!

Enviar um comentário

Não se esqueçam de deixar as vossas opiniões, porque há sempre uma palavra a dizer, por mais pateta que possa parecer! xP

 
The Grand Chaos © 2012 | Ready To Rock