● The HM Chronicles: IV - O Lado Metal da Vida

23 outubro, 2009


Estou de regresso a este acolhedor espaço, hoje para vos falar do Rock/Metal como estilo de vida e de algo que o tem acompanhado desde o início: o preconceito.


Como é sabido por uma boa parte de vocês, principalmente por aqueles que se identificam com o tema, o metal não é apenas um gosto musical, mas muito mais que isso. Os "headbangers” (também estou incluído eheh) como são conhecidos, vivem intensamente a música que ouvem e tornam-na num estilo de vida nem sempre compreendido, talvez pelo seu passado cheio de sexo e/ou drogas ou pura e simplesmente porque é divertido gozar com eles. (Cabe-me também dizer que apesar disso, este estilo de vida não é um qualquer requisito para ser ser um "true fan". De facto eu encaixo-me na categoria de apreciador de metal sem que isso se reflicta na minha aparência, salvo uma ou outra t-shirt e obviamente durante os concertos, apesar de ter tido cabelo comprido durante alguns anitos...).

No entanto e ao contrário daquilo que as pessoas normalmente pensam, os metaleiros (pelo menos a grande maioria) são pessoas completamente normais com qualidades e defeitos! Não se trata de uma “raça” à parte da espécie humana, uma espécie porca e cabeluda cuja linguagem se baseia em grunhidos, embora na maior parte das vezes o preconceito da sociedade para com eles o faça parecer.


Quem nunca sofreu com isso pode achar exagero ou serem apenas brincadeiras do tipo: passar uma miudinha por ti na rua e dizer: "Tu és feio!" ao que respondes com uma careta que faz com que ela saia a correr lavada em lágrimas, ficando traumatizada para a vida - o que nem sempre é uma coisa má eheh - mas outra coisa é... Bem... Quando alguém é impedido de conseguir um emprego ou uma promoção apenas pelo facto de ter o cabelo um pouco mais comprido que o habitual, estas pessoas são julgadas sem hipótese de mostrar o seu potencial e provar que são tão bons ou melhores que qualquer “betinho” que nem tem personalidade própria (razão principal pela qual o meu cabelo está actualmente bem mais curto...).

Apesar disto é engraçado que vários “intelectualóides” como artistas, poetas ou pensadores usem cabelo comprido e barba mal feita e no caso deles isso seja associado à sua "genialidade" enquanto no caso dos jovens metaleiros isso é sinal de delinquência e má aparência - talvez porque poucos possuem a dita genialidade, mas mesmo que fossem possuidores dela, eram "crucificados" antes de terem oportunidade de a demonstrar...



Bom, mas como nada é perfeito não pensem que quero com isto dizer que os metaleiros são seres imaculados e que eles seriam os senhores do universo numa sociedade utópica em que a fonte de energia base utilizada pelos humanos seria o hidrogénio (loucura!!!), afinal há muitos metaleiros mete nojo entre eles e é por culpa desses totós que o metal tem a péssima reputação que tem, mesmo que a grande maioria não se encaixe nesse perfil (bem, a vida é mesmo assim...).

Não pretendo com este texto enfatizar a "superioridade" de ninguém em relação aos outros, o que quero chamar à atenção com estes exemplos é para o facto de as pessoas serem discriminadas e censuradas apenas por não segurem certas “modinhas” ou serem um pouco diferentes. Bem sei que não acontece apenas connosco (era bom que assim fosse), pois há pessoas rotuladas por razões que nada tem a ver com a preferência musical ou mesmo com a aparência, mas é um assunto importante e que merece alguma reflexão!


Como diria um certo governador: The HM Chronicles will be back!
Com um assunto bastante mais interessante pois vou comentar os diversos tipos de fãs de música focando-me num em especial: os destruidores!!!


Podem ler as restantes crónicas desta rubrica AQUI.
Comentários
5 Comentários

5 Comentários :

  1. Room401 disse... :

    É bem verdade. Há pessoas que são rotuladas pela aparencia sem terem chance de mostrar o que valem porque hoje em dia a imagem é tudo.

    E quem diz os gajos do metal diz outra pessoa qualquer mas este é um exemplo de como a sociedade está uma merda!

    Mais uma grande hm chronicle!!! Quero ver o que é que vais falar a seguir!

  1. Denim disse... :

    Parabéns pelo texto! Tens uma forma altamente de falar de assuntos sérios sempre na galhofa assim dá gosto ler estas merdas compridas LOL!

    Este racismo há em todo o lado há pessoas que se lixam forte por causa disto!

    É um assunto que dava para um grande debate mas as coisa não mudam de um momento para o outro.

  1. Anónimo disse... :

    O problema é a atitude de alguns Headbangers. Você encontra pessoal muito inteligente, com bons argumentos, boa articulação, pontos de vista claros sobre as coisas, mas também encontra asnos, panacas, gente da pior estirpe intelectual. A única semelhança entre os dois tipos é o visual. Desde o mais incrementado ao mais simples.
    Acredito que a melhor arma contra qualquer tipo de preconceito é mostrar superioridade, ignorar as pessoas que fazem piadas sobre cabelos compridos terem seus míseros dez segundos de satisfação retardada, e nos casos de eventual perda de oportunidades de emprego, deixem que as empresas se decepcionem com profissionais engomadinhos sem capacidade alguma.

    Parabéns pelo post e boa sorte ao blog.

  1. Silvia disse... :

    Adorei o que li,e concordo.

    [Bora lá retribuir, sim? :$ ]

    Beijinhos

  1. Joaquim Feliz disse... :

    Bem e a 1a vez que escrevo para um blogue e axo que este texto tem algo bastante engrançado que e a tua opiniao sobre o assunto... sou da msma opiniao ate axo que devias ter abragido mais um pouco como diz ai um bacano... epa continua assim que assim vale a pena ter que vir a internet, bem abraço aqui do feliz

Enviar um comentário

Não se esqueçam de deixar as vossas opiniões, porque há sempre uma palavra a dizer, por mais pateta que possa parecer! xP

 
The Grand Chaos © 2012 | Ready To Rock